Gravidez & Amamentação

DHA durante a gravidez e DHA durante a amamentação

A nutrição maternal desempenha antes, durante e depois da gravidez um papel importante no desenvolvimento fetal e infantil, assim como no bem-estar da mãe. Durante a gravidez, o DHA apoia o desenvolvimento ideal do cérebro, dos olhos e do sistema nervoso do bebê, sendo particularmente importante no terceiro trimestre, quando ocorre um crescimento significativo do cérebro. Bebês em desenvolvimento não conseguem produzir seu próprio DHA eficientemente, precisando obter este nutriente vital através da placenta, durante a gravidez, e através do leite materno, após o nascimento. A suplementação maternal com DHA durante a gravidez e a amamentação aumenta significantemente o nível de DHA disponível ao feto e ao bebê, podendo melhorar alguns resultados do desenvolvimento, tais como:

  • Coordenação olhos-mãos
  • Coordenação motora
  • Capacidade de concentração

O DHA também traz benefícios importantes às mães. Sugere-se que a sumplementação de DHA durante a gravidez pode ajudar a prolongar a duração da gestação e apoiar o estado mental da mãe.

A importância do DHA durante a gravidez e a amamentação

O leite materno contém DHA naturalmente. No entanto, é importante que mulheres lactantes consumam uma dieta saudável que inclua esses importantes nutrientes para apoiar tanto sua saúde quanto a de seus bebês em desenvolvimento.

A maioria das mulheres não obtém DHA suficientemente em suas dietas. A principal fonte de DHA é o peixe gordo, uma escolha dietética que não é uma das bases da dieta ocidental típica. Felizmente, uma crescente conscientização sobre as fontes dietéticas de DHA e a recente inclusão do DHA em certos produtos pré-natais e alimentos fortificados estão facilitando às mulheres lactantes incluir esse importante nutriente em suas dietas diárias.

Reconhecendo a importância do consumo maternal de DHA, um seminário patrocinado pelos Institutos Nacionais da Saúde e pela Sociedade para o Estudo dos Ácidos Graxos e Lipídios (NIH/ISSFAL) recomendou o consumo de 200 mg/dia de DHA para mulheres grávidas e lactantes.

Postagens recentes

  • As dietas vegetarianas são suficientes em Ômega 3?

    Vegetariano é o indivíduo que exclui da sua alimentação todos os tipos de carnes, aves, peixes e derivados, podendo ou não utilizar laticínios ou ovos. Diversos estudos associam esse tipo de dieta à melhores condições de saúde em geral e, por essa razão, o número de adeptos cresce aceleradamente em diversas partes do mundo. Leia mais

  • 3 verdades sobre a luz azul e a saúde dos olhos

    O que a luz azul, o sol e a sua alimentação, que inclui DHA, têm em comum? Os seus olhos. Isso mesmo! A luz azul, o sol e as gorduras saudáveis influenciam, todas eles, a saúde dos seus olhos. Conheça três verdades sobre a luz azul e a saúde dos olhos. Leia mais

  • Ogestan Gold

    Ogestan Gold é um suplemento alimentar em cápsulas composto por óleo de alga, vitaminas e minerais, em concentrações adequadas às necessidades do organismo, conforme a ingestão diária recomendada. Leia mais

  • DHA na gestação

    Os primeiros 1000 dias, período que compreende desde o período da gestação até os dois primeiros anos, é fundamental para a prevenção de doenças futuras. Leia mais

Este site utiliza cookies para armazenar informações no seu computador.

Learn more