3 verdades sobre a luz azul e a saúde dos olhos

Tori Schmitt, MS, RDN, LD07/30/19

O que a luz azul, o sol e a sua alimentação têm em comum? Os seus olhos. Isso mesmo! A luz azul, o sol e os ômega-3 influenciam a saúde dos seus olhos.

Estando em interiores ou ao ar livre, você está cercado de luz – tanta luz, que você provavelmente estará na presença de luz o dia todo até colocar a cabeça no travesseiro. Caminhando de manhã ou dirigindo à luz do sol, na frente do computador no escritório ou da televisão em casa – a luz ajuda você a ver e a realizar suas tarefas no dia a dia.

No entanto, luz demais também pode ser prejudicial aos seus olhos. De acordo com oftalmologistas, a exposição demasiada à luz UV solar pode, com o tempo, propiciar certas doenças oculares, como a catarata e a degeneração da retina.1-2 Além disso, a exposição excessiva à luz azul – a luz emitida de fontes que incluem aparelhos eletrônicos, como televisão, tablets, computadores e celulares – pode contribuir decisivamente para o desenvolvimento da degeneração macular relacionada à idade.3

Existem muitas verdades sobre a luz azul e a saúde dos olhos – aqui estão três delas para você ter sempre em mente.

1. Use óculos de proteção e chapéu ao ar livre.
Lentes com proteção UV em óculos de sol e chapéus de aba larga podem ajudar a bloquear alguns dos raios solares, evitando que atinjam seus olhos diretamente – mesmo que você esteja parado na sombra ou na neve. 1,4-5 Para uma melhor proteção, certifique-se de que os óculos de sol bloqueiem 100% os raios UV.4

2. Minimize a luz azul bloqueando-a e reduzindo o tempo de tela.
Pode ser difícil desligar todos os aparelhos eletrônicos o dia inteiro, mas é imperativo minimizar o seu uso! O uso de filtros de tela para seus aparelhos ou de óculos com lentes amareladas pode ajudar a reduzir a sua exposição à luz azul, assim como a utilização do modo “night shift” (o modo noturno) em alguns de seus aparelhos eletrônicos.5 O “night shift” emite as cores da extremidade mais quente do espectro visível e menos luz azul, o que pode causar menos danos à superfície ocular.6 Outra vantagem é que bloquear a luz azul pode também promover um melhor sono! As pesquisas demonstram que a exposição noturna à luz azul pode prolongar o tempo necessário para o adormecer e reduzir o sono profundo.7-8

3. Coma bem para os seus olhos.
A sua professora estava certa ao dizer que comer cenoura fazia bem aos olhos, mas ela contou que os ômega-3 também apoiam a saúde ocular?

Encontrados em alimentos, como a cenoura, o milho, o pimentão amarelo, a gema do ovo, o salmão e as folhas verde-escuras, os carotenoides, como a luteína e a zeaxantina, são um componente do pigmento macular. Ali, eles ajudam a filtrar a luz azul, servindo como antioxidantes.9 Demonstrou-se que os carotenoides melhoram significantemente as medições do desempenho visual e reduzem os sintomas do tempo de tela excessivo, como dores de cabeça, tensão ocular e fadiga dos olhos.10

Ao mesmo tempo, os ômega-3 também podem ajudar a apoiar a saúde dos olhos. O DHA apoia as células da retina, sendo primordial para uma visão saudável.11

Por fim, aproveite o sol e o tempo que você passa com os aparelhos eletrônicos. De resto, na hora de proteger e apoiar a saúde dos seus olhos, pense em usar acessórios de proteção, minimizar a luz azul e optar por um padrão saudável de alimentação repleto de nutrientes importantes.

Assine o canal do life’sDHA no YouTube para escutar o que os outros especialistas estão dizendo sobre os benefícios do ômega-3 DHA à saúde.

Referências

  1. van Kuijk FJ. Effects of ultraviolet light on the eye: role of protective glasses. Environ Health Perspect. 1991;96:177–184. doi:10.1289/ehp.9196177
  2. Tubert D. Keep an Eye on Ultraviolet (UV) Safety. American Academy of Opthamology. 2019. Accessed June 10 2019 from https://www.aao.org/eye-health/tips-prevention/sun
  3. Taylor HR, Muñoz B, West S, Bressler NM, Bressler SB, Rosenthal FS. Visible light and risk of age-related macular degeneration. Trans Am Ophthalmol Soc. 1990;88:163–178.
  4. Heiting G. UV and sunglasses: How to protect your eyes. 2019. Accessed June 17 2019 from https://www.allaboutvision.com/sunglasses/spf.htm.
  5. Blue Light and Your Eyes. Prevent Blindness. 2019. Accessed June 10 2019 from https://www.preventblindness.org/blue-light-and-your-eyes
  6. Xu WH1Qu JYChen YLZhang MC. [Influence of blue light from visual display terminals on human ocular surface]. Zhonghua Yan Ke Za Zhi. 2018 Jun 11;54(6):426-431. doi: 10.3760/cma.j.issn.0412-4081.2018.06.008.
  7. Cajochen C , Dijk DJ , Borbély AA. Dynamics of EEG slow-wave activity and core body temperature in human sleep after exposure to bright light. Sleep 15: 337–343, 1992.
  8. Münch M , Kobialka S , Steiner R , Oelhafen P , Wirz-Justice A , Cajochen C. Wavelength-dependent effects of evening light exposure on sleep architecture and sleep EEG power density in men. Am J Physiol Regul Integr Comp Physiol 290: R1421–R1428, 2006.
  9. Lecerf JM1Desmettre T. [Nutrition and age-related macular degeneration]. J Fr Ophtalmol. 2010 Dec;33(10):749-57. doi: 10.1016/j.jfo.2010.09.011. Epub 2010 Nov 18.
  10. Stringham JM, Stringham NT, O'Brien KJ. Macular Carotenoid Supplementation Improves Visual Performance, Sleep Quality, and Adverse Physical Symptoms in Those with High Screen Time Exposure. Foods. 2017;6(7):47. Published 2017 Jun 29. doi:10.3390/foods6070047
  11. Shindou H, Koso H, Sasaki J, et al. Docosahexaenoic acid preserves visual function by maintaining correct disc morphology in retinal photoreceptor cells. J Biol Chem. 2017;292(29):12054–12064. doi:10.1074/jbc.M117.790568

Postagens recentes


Este site utiliza cookies para armazenar informações no seu computador.

x