O que esperar de sua vitamina pré-natal

Tori Schmitt, MS, RDN, LD 07/18/17

Se você estiver em idade fértil, tentando engravidar ou acabou de descobrir que está grávida, suplementos alimentares pré-natais – junto a uma dieta saudável – podem ajudar a fornecer a nutrição fundamental que você e seu bebê necessitam. Mas nem todas vitaminas pré-natais são iguais. 

Como nutricionista habilitada, eis o que busco e recomendo ao selecionar suplementos alimentares pré-natais para minhas pacientes.

Você é capaz de digerir o suplemento pré-natal?

Independente de estarem grávidas, incentivo minhas pacientes a escolher vitaminas e minerais que sejam de fácil digestão e absorção pelo organismo. Devido às mudanças hormonais durante a gravidez, náuseas e vômitos podem se tornar um grande problema, acentuando ainda mais a necessidade de um suplemento que seja tolerável. Por isso, para mulheres em idade fértil, geralmente recomendo um multivitamínico proveniente de ingredientes de boa qualidade, simples e suave para o estômago. 

Também verifico a quantidade e o tipo de ferro oferecidos na vitamina pré-natal, já que algumas formas desse mineral ou sua ingestão em demasia podem provocar distúrbios gastrointestinais (DG).1 E, se ainda assim, minha paciente tiver problemas com tolerância, posso recomendar a divisão da dose (metade pela manhã e outra metade à noite) ou uma vitamina mastigável ou líquida em vez de cápsulas ou comprimidos.2 

O seu corpo é capaz de absorver a vitamina pré-natal? 

Algumas vitaminas, como vitamina A, D, E e K, exigem a presença de certos nutrientes para serem absorvidas. Portanto, a ingestão do suplemento pré-natal no horário das refeições pode ajudar a acelerar sua absorção. 

Por auxiliar a prevenção de defeitos no tubo neural, também procuro garantir a presença de folato em suplementos alimentares pré-natais. E ao examinar níveis de folato, levo em conta que até 25% das pessoas podem ter uma variante genética que limita a conversão de ácido fólico em sua forma ativa, o metilfolato.3 Por isso, incluo vitamina B em forma metilada nesses suplementos, especificamente o metilfolato. 

Sua alimentação pré-natal oferece o suficiente para você e seu bebê?

A gravidez fomenta a demanda por folato, além de nutrientes especiais, incluindo vitamina D, colina e iodo.4, 5 Sempre me certifico da presença em quantidade suficiente desses nutrientes especiais que ajudam a complementar uma alimentação saudável durante esse período. 

Ácidos graxos de cadeia longa ômega-3 são fundamentais para o desenvolvimento do sistema nervoso do bebê e especialistas recomendam que mulheres em idade fértil consumam pelo menos 200 mg por dia de ácido graxo ômega-3 DHA.6 Eu aconselho uma grávida a consumir DHA através de peixes gordos, como salmão ou sardinha, ou através de um suplemento de boa qualidade – busque por aqueles com life’sDHA®, DHA vegetariano, proveniente de algas. 

Sua alimentação pré-natal exclui o que você e seu bebê não precisam?

Ingredientes como corantes artificiais, aromas, adoçantes ou outros aditivos podem não ser necessários para proporcionar uma boa nutrição para o corpo da mãe e do bebê. Por isso, recomendo produtos que se privam desses ingredientes. 

Além disso, seja para diminuir o enjoo matutino, evitar inchaços ou incrementar o sono, a mulher pode recorrer a suplementos à base de ervas. E às vezes, isso pode dar certo, mas às vezes, um suplemento herbal pode ser prejudicial para o bebê em desenvolvimento. Uma vez que existe uma enorme variedade desse tipo de suplemento (e sua dosagem também varia), verifique sua ingestão com um médico experiente ou um nutricionista habilitado que possa determinar o que é melhor para você.

E tenha sempre em mente que, apesar de vitaminas e minerais serem bons, em demasia pode não ser. Analise se você já está obtendo vitaminas e minerais através de uma dieta saudável ou de uma grande quantidade de alimentos fortificados e faça os ajustes necessários. 

Como todos os conselhos relativos à saúde, verifique com um médico experiente ou um nutricionista habilitado que possa determinar quais suplementos são os melhores para manter você saudável e garantir a saúde de seu bebê, desde antes da concepção até depois do parto. Você tem mais perguntas sobre nutrição pré-natal? Entre em contato comigo aqui www.YESNutritionLLC.com

 

Referências:

1. Melamed, N., Ben-Haroush A., Kaplan, B. et al. Iron supplementation in pregnancy--does the preparation matter? Arch Gynecol Obstet. 2007;276(6):601-604. 

2. Ahn E, Pairaudeau N, Pairaudeau N, et al. A randomized cross over trial of tolerability and compliance of a micronutrient supplement with low iron separated from calcium vs high iron combined with calcium in pregnant women [ISRCTN56071145]. BMC Pregnancy and Childbirth. 2006;6:10. doi:10.1186/1471-2393-6-10.

3. Greenberg JA, Bell SJ, Guan Y, Yu Y. Folic Acid Supplementation and Pregnancy: More Than Just Neural Tube Defect Prevention. Reviews in Obstetrics and Gynecology. 2011;4(2):52-59.

4. Dietary Reference Intakes (DRIs): Recommended Dietary Allowances and Adequate Intakes. Food and Nutrition Board, Institute of Medicine, National Academies. 2011. 

5. Hollis BW, Johnson D, Hulsey TC, Ebeling M, Wagner CL. Vitamin D Supplementation during Pregnancy: Double Blind, Randomized Clinical Trial of Safety and Effectiveness. Journal of bone and mineral research : the official journal of the American Society for Bone and Mineral Research. 2011;26(10):2341-2357.

6. Cetin, I., Koletzko, B. Long-chain omega-3 fatty acid supply in pregnancy and lactation. Curr Opin Clin Nutr Metab Care. 2008 May;11(3):297-302.

Postagens recentes


Este site utiliza cookies para armazenar informações no seu computador.

x