DHA: você está obtendo o suficiente

Do café da manhã tomado saindo de casa à preparação do jantar, você provavelmente sabe a importância da escolha de alimentos com muitos nutrientes para o bem-estar ideal. Você certamente se esforça em optar por verduras com a maior frequência que puder, limitar a quantidade de açúcar que ingere e selecionar tamanhos de porções respeitáveis. Parabéns por isso! Ao ler sobre nutrição na imprensa, você também já deve ter ouvido falar que os ômega-3s fazem bem a você… e está certo! Mas será que você está obtendo ômega-3s o suficiente e, em particular, será que você está obtendo um importante ômega-3, chamado DHA?

Os ômega-3s são chamados “essenciais”, o que significa que você tem que obtê-los a partir dos alimentos que ingere. No entanto, é amplamente reconhecido que muitos norte-americanos simplesmente não obtém ômega-3s o suficiente em sua dieta. O DHA é indispensável para a saúde do cérebro, dos olhos e do coração, podendo mesmo desempenhar um papel no apoio à memória e à cognição!

Então, se você é como muitos norte-americanos, talvez não esteja obtendo DHA suficientemente. Por quê? Bem, a razão pode estar na escolha dos alimentos que esteja (ou talvez não) ingerindo. A mais bem conhecida fonte de DHA é o peixe gordo, por causa dos alimentos que consomem em sua cadeia alimentar. Esta inclui microalgas – ricas fontes naturais de DHA. E não há muitas pessoas comendo microalgas no momento! Então, talvez por você não estar comendo regularmente peixes gordos, como o salmão, o arenque, a cavala ou sardinhas, é que não esteja obtendo DHA o suficiente.

Ao mesmo tempo, muitas pessoas se valem da linhaça ou do óleo de linhaça como fonte de DHA. No entanto, ao contrário da crença popular, não há DHA em óleo de linhaça. Este contém ALA (ácido alfa-linolênico), que é convertido para DHA no corpo – mas esta conversão corre a uma taxa muito limitada.

Agora você pode estar se perguntando, “espere aí, quanto DHA estou obtendo realmente?” Você pode usar este quiz aqui para descobrir [Link] ou simplesmente pensar sobre com que frequência você consome os alimentos listados nesse blog.

Então pense sobre as fontes de DHA e quais alimentos você pode adicionar regularmente à sua rotina alimentar para estar certo de estar obtendo o suficiente. Talvez você prepare um salmão selvagem para o jantar uma noite por semana ou sardinhas sauté com salada verde para um almoço leve. Talvez você troque o seu leite normal por um leite orgânico fortificado com life’sDHA. Ou, possivelmente, vai encontrar uma receita de cavala do Alaska grelhada ou assada que você adora.

Se você é vegetariano ou opta principalmente por alimentos vegetais, sua fonte mais abundante em DHA pode vir de alimentos fortificados ou de suplementação de DHA algal de qualidade. O bom do life’sDHA, que é encontrado em alimentos e bebidas fortificados, assim como em suplementos, é que ele é uma fonte vegetariana e sustentável, já que vem ele próprio diretamente de microalgas!

Então, você está obtendo DHA suficientemente? Se sim, excelente! Se não, quais são seus planos para obter uma quantidade mais saudável? Mande-me um tweet para me informar @ToriHolthaus [Link: http://www.twitter.com/toriholthaus]! 

Postagens recentes


Este site utiliza cookies para armazenar informações no seu computador.

x